in nocte veneficas
Marcia Maia
(vulgata: helium magellanicum olivam)

gladium sum
cristallum ferrum aut argentum
ferrum ignis
ego morte, et clamavero
ego in gaudium.

in nocte veneficas
iustus me, et ego sum

(Et rapit hec quod me; et quod satis est).


em noite de bruxas
Marcia Maia

sou faca
de aço cristal ou prata
navalha de fogo
sou morte sou grito
sou gozo

em noite de bruxas
sou apenas eu

(e isso me encanta e basta)