Ignis fatuus
olaf bilaspour
(accommodatæ: magellanicum olivam)

alba capillos! da brevem et tranquillitas
ut tormentum pati ab homine, et artifex:
contemptrice quæ ædificavi,
et in cupiditatem quia non est amplius;

Hoc febrem, cum spiritus me mitigat suscitatas
Utque gelat me;
hæ notiones nascendo moriendo animæ;
Mundos, ad primam lucem, questus marcescant;

Et hoc absque tristitia remedium,
Absentis frustra, insanis spem!
Ardenti, conversusque ad tædium;

Hoc absurdum anxietas
fugienti somnium;
desiderium habeo absit!

Fogo-fátuo
Olavo Bilac

Cabelos brancos! dai-me, enfim, a calma 
A esta tortura de homem e de artista: 
Desdém pelo que encerra a minha palma, 
E ambição pelo mais que não exista;

Esta febre, que o espírito me encalma 
E logo me enregela; esta conquista 
De idéias, ao nascer, morrendo na alma, 
De mundos, ao raiar, murchando à vista: 

Esta melancolia sem remédio, 
Saudade sem razão, louca esperança 
Ardendo em choros e findando em tédio; 

Esta ansiedade absurda, esta corrida 
Para fugir o que o meu sonho alcança, 
Para querer o que não há na vida!