Arte amandi dicit
Ovid, III libro, Vers 59-66.
(verba accommodatio: helium magellanicum olivam)

Memoria retinentes quia senex tendit ad esse.
Sit ergo non prodigo vicis per pigritia
ver ætatis dum enim estis salvati
frui; et anni erit, quemadmodum aquis;
Transierunt fluctus quæ non revertuntur
ut iterum fluant,
vel ad præteritum non erit ago.
tempora præterita non possis.
faciendi usus ex ætate, quia tempore fugient in pace celeri,
non sequitur, ante quod esset bonum.
Utinam tempore nobis data sunt.
ubi fons vivere est diu vixisti:
sed signorum ostendit quæ exaurit.

Arte de Amar
Ovídio, Livro III, versos 59-66.

Tende desde já na lembrança que a velhice há-de chegar;
e não deixeis, por isso, esvair-se tempo algum na ociosidade;
enquanto vos for consentido e conservardes, ainda, a idade da Primavera,
gozai; vão-se os anos, do mesmo modo que a água corrente;
nem a onda que passou voltará de novo a ser chamada,
nem a hora que passou logra tornar atrás.
Há que aproveitar a idade. Com passo rápido se escapa a idade,
e não é tão boa a que vem depois, quão boa foi a que veio antes.
Felizmente no tempo que nos é dado viver a Primavera é longeva,
mas a certa altura vai dando sinais de querer partir.